**PUBLICIDADE
Publicidade

Neoliberalismo versus democracia


Publicado em 21 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Ao buscar a mercantilização geral da sociedade, o neoliberalismo ataca diretamente os direitos das pessoas

* Emir Sader

Quando Milei – o mais extremo dos neoliberais – se reivindica a palavra libertário, está se apropriando da palavra liberdade em uma de suas derivativas.
O neoliberalismo chegou para promover, nos seus termos, a liberação da opressão do Estado, que deixava de ser solução, para se tornar problema.
Fazendo coincidir liberdade com mercado, faz coincidir Estado com opressão. Uma sociedade sem Estado – ou com Estado mínimo – seria a melhor expressão de uma sociedade fundada na liberdade.
Libertário, que expressaria a luta pela liberdade, termina expressando a luta pelo domínio do mercado, dos grandes monopólios que controlam o mercado.
Ao buscar a mercantilização geral da sociedade, o neoliberalismo ataca diretamente os direitos das pessoas. Promove o poder dos empresários às expensas dos direitos das pessoas, que as transformam em cidadãos.
A mercantilização das relações sociais, busca transformar tudo em mercadoria. Desagrega a sociedade, o Estado, fragmenta todas as relações sociais, fazendo de tudo mercadoria, transformando os direitos em mercadorias, com preço, com venda e com compra.
Por esse mecanismo, o neoliberalismo corrói a democracia, o Estado de direito, fragmentando absolutamente a sociedade, o Estado, fazendo dos indivíduos seres isolados uns dos outros.
As sociedades em que imperam as mercadorias se propõe ser as sociedades mais livres, mais democráticas, mais libertárias. Mas, na realidade, são as sociedades mais desiguais, com maior grau de exclusão social, com mais violência e repressão.
Uma sociedade como a cubana, que é a mais solidária de todas, é a sociedade com mais direito e com menos exclusão social – mesmo com todas as dificuldades que sofre hoje, uma sociedade das com menos violência no mundo. É uma sociedade anti-neoliberal.
Uma sociedade como a norte-americana é provavelmente a mais desigual no mundo, entre ricos e pobres, entre riqueza e miséria, a mais violenta de todas, com a maior quantidade de armas disseminadas por toda a sociedade. É uma sociedade essencial neoliberal.
Quanto mais democracia, quanto mais direitos consagrados, menos neoliberalismo. Quanto mais neoliberalismo, menos democracia, menos direitos.
A melhor forma de lutar contra o neoliberalismo, é afirmar a democracia na sociedade, com os direitos chegando a todos e garantidos pelo Estado.
A melhor forma de lutar pelo neoliberalismo é debilitar o Estado, destruir os direitos das pessoas, afirmar a individualidade como valor absoluto. Ou democracia ou neoliberalismo. Ou neoliberalismo ou democracia.

* Colunista do 247, Emir Sader é um dos principais sociólogos e cientistas políticos brasileiros

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade