**PUBLICIDADE
Publicidade

Policial mata ex-mulher e morre em acidente


Publicado em 28 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Dois dias após assinar o termo de divórcio, o policial civil Elinaldo Cabral Dantas, 47, assassinou a ex-companheira, Caroline Araújo Hardman, professora de 40 anos. Até o início da noite de ontem, esta era a principal resposta para a ocorrência em contínua investigação conduzida por peritos da Superintendência da Polícia Civil. Os primeiros indícios levam os investigadores a acreditar que o policial teria disparado contra a mãe de sua filha – de 13 anos -, posicionado o corpo no carro da família e dirigido por mais de 40 km. Na BR 101, trecho próximo ao município de Rosário do Catete, o acusado perdeu o controle e bateu de frente com uma carreta.
Sem ferimentos, o condutor do veículo pesado saiu da cabine e presenciou os dois corpos em apresentar reação; técnicos do Instituto Médico Legal (IML) foram acionados após profissionais Corpo de Bombeiros Militar, juntamente com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ter constatado os óbitos. Nos primeiros estudos, ainda no local do possível acidente foram constatadas perfurações provocadas por disparo de arma de fogo. Ouvidos pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), familiares teriam dito que o suspeito entrou em contato com a mãe da vítima; durante o diálogo ocorrido no modo viva-voz, a filha do casal ouviu a confissão. De imediato policiais militares foram encaminhados para a residência do casal, mas não os encontraram.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade