Domingo, 14 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Prédio da antiga Plantonista é recuperado pela SSP


Avatar

Publicado em 08 de dezembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


O prédio na rua Laranjeiras estava ocupado por 12 pessoas

Em posse de determinação judicial, emitida pela 11ª Vara Cível de Aracaju, agentes da Segurança Pública cumpriram durante toda a manhã de ontem o processo de reintegração de posse da ‘Ocupação Babilônia’, instalada há mais de dois anos na Rua Laranjeiras, região central da capital sergipana, onde já funcionou a Delegacia Plantonista. Sem ensaiar resistência à determinação judicial, as 12 pessoas que foram encontradas no imóvel lamentaram a ordem de despejo, mas seguiram suas respectivas rotas. Diante da representatividade desta operação, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), foi acionada para interditar a Avenida Pedro Calazans com Rua Laranjeiras; Avenida Pedro Calazans nos trechos entre Rua Laranjeiras e Rua São Cristóvão; Rua Laranjeiras com Rua Siriri.
Na concepção da Polícia Militar, o cenário pacífico pode ter acontecido em decorrência do trabalho social desenvolvido preventivamente por assistentes da Prefeitura de Aracaju ao longo das últimas duas semanas. Conforme destacado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), durante a notificação prévia apresentada por oficiais de justiça, foi dado apoio para a retirada e saída voluntária dos ocupantes, além de disponibilização de caminhões e equipe da própria Secretaria Municipal da Assistência Social. Por parte da administração municipal foi informado que quatro acolhimentos institucionais foram realizados, bem como uma família foi inserida no programa Auxílio Moradia. Denúncias anônimas indicam que o espaço estava sendo utilizado por usuários de drogas; não foi informado se suspeitos foram encaminhados para prestar depoimento por suposto comércio de entorpecentes.
De acordo com o major Edson, relações públicas da Polícia Militar, foram empregados 40 agentes lotados na Rádio Patrulha, Batalhão de Choque e Grupamento Especial Tático de Motos (Getam); equipes do Corpo de Bombeiros e Polícia Civil estiveram de sobreaviso. “Um trabalho preventivo foi realizado em conjunto, e, podemos constatar que o trabalho foi desenvolvido sem intercorrências que necessitasse, por exemplo, do uso da força. Não foi algo abrupto, mas sim planejado para acontecer o que está acontecendo, na mais perfeita tranquilidade. Essa ocupação é sazonal, feita por pessoas em situação de rua e também por usuários de drogas, que comprometiam a segurança na localidade pois, para manter o vício, acabavam realizando roubos e furtos na região”, destacou.
Após reintegração de posse do imóvel, o espaço foi interditado e segue monitorado – inclusive por agentes da Guarda Municipal de Aracaju (GMA) -, com a perspectiva de evitar que gradativamente volte a ser ocupado de forma irregular. No que se refere ao apoio popular, o major Edson enalteceu a necessidade de denúncias anônimas serem compartilhadas junto ao Disque-denúncias 181. “A operação desta quinta-feira foi elaborada com base em informações repassadas para o setor de inteligência da Secretaria de Estado da Segurança Pública. Pedimos que a população continue colaborando para que possamos inibir, principalmente, a prática criminosa na região”, completou. Profissionais do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP 190) também permanecem à disposição para encaminhar as informações para a Polícia Civil.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade