Sexta, 01 De Março De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Prefeitura detalha operação de trânsito para a obra de reestruturação da Tancredo Neves


Avatar

Publicado em 27 de janeiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


A Prefeitura de Aracaju dará início as obras de reestruturação da avenida Tancredo Neves, a maior via em extensão da cidade, com 15 km em seus dois sentidos, atravessando dez bairros. A via passará por uma completa revitalização, com fresagem do pavimento, recapeamento asfáltico, recuperação da rede de drenagem pluvial, reestruturação de passeios e ciclovias, sinalização viária e acessibilidade.
A reestruturação da avenida Tancredo Neves, que será realizada pela Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), integra o programa “Aracaju Cidade do Futuro”, o maior pacote de obras já realizado pela Prefeitura de Aracaju e que conta com o financiamento de R$ 500 milhões contratado pelo município junto ao Novo Banco do Desenvolvimento (NBD), o banco do Brics, bloco econômico formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Com a realização desta obra, a gestão municipal cumpre mais um compromisso assumido junto à população e garantirá mais qualidade de vida aos aracajuanos.
De acordo com o superintendente municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Aracaju, Renato Telles, por se tratar de uma das principais vias da capital, que atravessa dez bairros e recebe um fluxo intenso de veículos diariamente, é importante salientar que haverá impacto no trânsito, não apenas de Aracaju, “mas impacta também os municípios de São Cristóvão, de Nossa Senhora do Socorro, assim como impacta o estado inteiro para quem vem aqui consumir serviços, lazer, estudos, ou quem vem a trabalho para a capital”, enfatizou.
“Então, é muito importante, neste primeiro momento, destacar que a obra vai trazer um belo benefício para nossa cidade e para o estado como um todo, mas ela vai impactar no trânsito. Por isso vamos ter retenções e um trânsito mais lento. Tudo isso foi pensado e organizado em reuniões prévias com a Emurb e com a empresa que ganhou a licitação, para realizarmos os serviços da obra por trechos, para que possamos ter um planejamento não só da obra, mas também do planejamento de trânsito”, destacou o superintendente.

Primeiro trecho – O serviço será iniciado no trecho do cruzamento das avenidas Tancredo Neves e Chanceler Osvaldo Aranha, nas imediações do viaduto da entrada da capital, sentido Leste (Terminal D.I.A), e se estenderá até o acesso ao Terminal Rodoviário Governador José Rollemberg Leite (rodoviária nova). As alças do viaduto que dão acesso às avenidas Tancredo Neves e Osvaldo Aranha, sentido Centro, ficarão temporariamente bloqueadas.
Segundo Renato Telles, todas as rotas alternativas serão avaliadas semanalmente, e a SMTT buscará as melhores soluções para reduzir os impactos no trânsito e desafogar o fluxo da avenida durante o período da obra. “Para esse primeiro trecho da obra, analisamos minuciosamente o trânsito na região e sugerimos rotas alternativas para auxiliar o deslocamento da população enquanto é realizado o serviço de reestruturação da avenida. Sabemos que toda obra traz transtornos, mas estamos trabalhando para reduzir os impactos no trânsito durante a execução desta obra, que trará benefícios importantes para a mobilidade da Tancredo Neves”, ressaltou.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade