Sábado, 20 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Prefeitura lança plano de ações da campanha Aracaju contra a Dengue


Avatar

Publicado em 01 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


O prefeito Edvaldo Nogueira anuncia ações emergenciais (Arthur D’Ávila/PMA)

A Prefeitura de Aracaju, por meio de uma força-tarefa envolvendo diversos órgãos municipais, lançou, nesta quinta-feira (29), a campanha Aracaju contra a Dengue, iniciativa que ampliará as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, um esforço que prepara a cidade, sobretudo, para o período de sazonalidade, iniciado no mês de março, com maior incidência de chuvas e tempo quente, cenário que favorece o rápido desenvolvimento do vetor. Na oportunidade, também foi anunciado o Dia D de mobilização.
Encabeçada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a força-tarefa conta, ainda, com as secretarias municipais da Educação (Semed), da Defesa Social e Cidadania (Semdec), através da Defesa Civil de Aracaju e Guarda Municipal, e a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), sendo que as ações fazem parte do trabalho dos já criados Centro de Operações Emergenciais de Aracaju (COE), instituído pelo prefeito Edvaldo Nogueira, por meio do Decreto nº 7.496/24, e grupo técnico de prevenção e controle de arboviroses da SMS. 
De acordo com o prefeito Edvaldo Nogueira, mesmo que Aracaju não esteja vivendo a situação crítica de outras cidades do Brasil, o objetivo é, justamente, trabalhar antecipadamente para que uma epidemia não chegue à capital. 
“Em 2008, tivemos uma epidemia de dengue, em Aracaju, que começou em março. Não esqueço do esforço e da luta que tivemos para acabar com essa epidemia. Agora, existe uma epidemia no país e, por nossa sorte, ela não chegou em todo o Brasil. Ela está dando sinais no Sudeste e algumas cidades da Bahia e, para que não chegue até nós, precisamos agir antecipadamente. Estamos saindo na frente para conseguirmos controlar o mosquito e melhor assistir as pessoas, para que, mesmo que chegue aqui, tenha menos impacto. Diferente da covid, a dengue tem um vetor e cabe a todos nós combater o mosquito, sobretudo porque o Aedes tem se fortalecido, tem ganhado resistência. Precisamos do engajamento de todos, por isso esse plano tem ações da Prefeitura, mas, também, trabalho de conscientização”, ressalta Edvaldo ao destacar que, hoje, conforme o último Levantamento de índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), a maior parte dos focos do mosquito está nas residências. 
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade