Segunda, 04 De Dezembro De 2023
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Preso suspeito de praticar dez estupros em Socorro


Avatar

Publicado em 26 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


Policial leva acusado de estupro preso em Socorro

Gabriel Damásio
[email protected]

A polícia de Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju) prendeu na manhã de ontem um suspeito de ter praticado, pelo menos, 10 estupros na região dos conjuntos residenciais da cidade. O ex-presidiário Eduardo Lima dos Santos, 29 anos, foi capturado por soldados da 1ª Companhia do 5º Batalhão de Polícia Comunitária (1ª Cia/ 5º BPCom) e reconhecido por seis vítimas que compareceram à Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) no Cj. Fernando Collor. Ele estava em liberdade condicional, pois foi condenado em outro processo por estupro, e já era investigado há aproximadamente dois meses por agentes da própria delegacia.

Eduardo foi denunciado por volta das 7h de ontem, quando abordou uma adolescente que estava levando o irmão mais novo para a escola. Uma cabeleireira que tinha sido atacada por ele na semana retrasada reconheceu o suspeito e gritou, fazendo com que ele fugisse. Instantes depois, testemunhas reconheceram o suspeito dentro de uma mercearia próxima, onde pediu um energético. Um cabo do Esquadrão de Polícia Montada (EPMon) que mora no conjunto foi chamado e perseguiu o suspeito junto com outros homens. Eduardo tentou escapar, mas foi alcançado na Rua 163, onde aconteceu a prisão.

Os outros PMs foram chamados para assumir a ocorrência.Segundo eles, as características de Eduardo batem com as descritas nas queixas prestadas ao DAGV de Socorro pelas vítimas dos estupros: um homem moreno com capa de chuva amarela e boné escuro, que usava uma calça azul-marinho suja e uma bicicleta preta com detalhes em prata, além de uma mochila. O acusado, que chegou a ser agredido por populares, não admitiu as acusações, alegando ser casado e pai de duas filhas. No entanto, ele foi reconhecido pelas primeiras vítimas assim que foi levado para a base da PM.

Depois, no DAGV, foi colocado em uma fila com outros 20 homens e apontado por todas as outras vítimas que compareceram ao reconhecimento. Uma das vítimas é uma criança que foi abordada por ele no Cj. Fernando Collor. Ela contou que o suspeito teria oferecido R$ 10 em dinheiro para que ela o levasse até o posto de saúde, mas a menina não aceitoue conseguiu fugir. Em outro caso, ocorrido no Cj. João Alves, Eduardo tentou entrar em uma casa e tentou enforcar a proprietária, assim que o marido dela saiu para trabalhar.

A delegada Maria Guadalupe Farias, titular do DAGV de Socorro, confirmou que o acusado já esteve preso durante sete anos, por crimes de estupro e de furto. Ela acredita que outras vítimas poderão comparecer à delegacia para reconhecer o acusado, pois denúncias de estupros ou tentativas foram registradas em quase todos os conjuntos de Socorro. "É importante comparecer e fazer o reconhecimento, porque quanto mais pessoas o reconhecerem, mais crimes serão elucidados e a própria Justiça vai nos ajudar a concluir os autos", disse.
O DAGV de Socorro fica na Rua 15 do Cj. Fernando Collor, em Socorro. Outras informações pelo telefone (79) 3256-4001.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade