Sexta, 23 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Restauração do Centro Cultural bem adiantada


Avatar

Publicado em 06 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


As obras de restauração do antigo prédio da Alfândega estão adiantadas

Arte, cultura e lazer. Isso é o que ao novo Centro Cultural, localizado no prédio da antiga Alfândega, na praça General Valadão no centro da cidade, irá trazer para a população e para os turistas que visitarem a capital. A reforma e restauração do antigo prédio estão sendo feitas pela Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb).

Com investimento de R$ 2,8 milhões, o projeto faz parte do Programa Integrado de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Social e está sendo realizado de acordo com a legislação brasileira de valorização patrimonial e cultural. O novo espaço cultural terá: comércio de artesanato, hall para exposição de obras de arte, sala de cinema para exibição de documentários e filmes relacionados à cultura local, apresentação de peças teatrais e um cybercafé. A Centro Cultural será novo ponto turístico da capital.

Obras – Estão trabalhando nas obras cerca de 45 profissionais, entre empreiteiros e restauradores. Este mês foram removidos os forros, telhados, também foi retirada a antiga pintura, demolidos os banheiros. Está sendo iniciada a reforma da fachada e a parte interna está sendo rebocada. O prazo para execução dos serviços é de 360 dias.

Na restauração, as fachadas estão sendo lavadas com detergente e cloro, antes da reconstituição dos panos de parede. As colunas estão sendo niveladas, havendo preparação para reintegração cromática. Está sendo feito o processo de dessalinização da superfície original do roda-teto da parte interna para um posterior nivelamento e restabelecimento de cores.

Segundo o presidente da Emurb, o engenheiro Osvaldo Nascimento, as obras no prédio da antiga Alfândega estão seguindo o cronograma estabelecido. "Os serviços estão sendo executados de acordo com o nosso cronograma. É uma obra que exige uma cautela maior em termos de procedimentos técnicos, por se tratar de um prédio tombado pelo patrimônio histórico", explica o engenheiro.

Considerado um dos prédios mais antigos da cidade, a antiga Alfândega foi construída no século XIX. Na metade do século XX, passa a sediar a Receita Federal, sendo desativada no final do mesmo século. Em 2003, é tombado por meio do decreto lei nº 21.765 pelo Governo do Estado e transferido, assim, da União para a Prefeitura.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade