Domingo, 21 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Técnico do Itabaiana crítica a arbitragem


Avatar

Publicado em 23 de fevereiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


A derrota para o Brasiliense eliminou o time sergipano da Copa do Brasil (Arthur Aragão/AOI)

O técnico do Itabaiana, Ailton Silva, não é de criticar arbitragem, quando entrevistado após os jogos ele se limita a avaliar a parte técnica, a atuação do seu time e o que deve fazer para melhorar para os próximos jogos. Mas    na quarta-feira (21), diante das aberrações que aconteceram na partida contra o Brasiliense, o treinador não se conteve. 
Ailton Silva abriu o verbo contra a arbitragem, mostrando o que todos viram no Barretão: que o Itabaiana foi visivelmente prejudicado pelo árbitro da partida. “Foi uma atuação desastrosa, principalmente no segundo tempo”, disse o treinador. Silva foi mais longe, ao afirmar que a sequência de erros, irritou seus jogadores e culminou com derrota do Tricolor da Serra, para o Brasiliense por 1 a 0, nesta quarta-feira (20), resultado que eliminou o campeão sergipano da Copa do Brasil deste ano.Para o treinador, o árbitro Jose Mendonça da Silva Junior, cometeu erros que contribuíram para a derrota tricolor.
O técnico do Itabaiana reclamou a marcação de impedimento no lance que terminou no gol de Elivélton e também por um pênalti não marcado do goleiro Ravel, do Brasiliense, sobre Tiago Souza.
– As informações que eu tenho é que o gol foi legal e não estava impedido. Depois, o pênalti claro, que o joelho estoura nas costas do Tiago e ainda nocauteia a cabeça dele. São dois lances que a gente poderia ter virado o jogo e avançando de fase. A arbitragem foi, no meu ponto de vista, desastrosa no segundo tempo – afirmou.
Ailton Silva também disse que a discussão entre os jogadores das duas equipes após o apito final foi por culpa do árbitro.
– Tudo isso aconteceu por causa do árbitro. Se ele tem o comando do jogo, se já dá o cartão amarelo para o goleiro desde o primeiro tempo, nada disso aconteceria. O futebol tem a malandragem, cada um tem que fazer a sua parte, mas do que jeito que foi feito, foi culpa do árbitro. Infelizmente, não é para acontecer isso depois do jogo, mas felizmente foi resolvido rápido. O maior culpado foi do árbitro – analisou o treinador tricolor.
Sobre o resultado, o técnico elogiou o elenco e disse que não faltou entrega em campo.
– Nós tentamos, os jogadores lutaram, fomos mexendo para deixar o time mais ofensivo. Tivemos chances, não conseguimos fazer e esse problema da arbitragem foi minando a gente – falou.
Eliminado da Copa do Brasil, o Itabaiana volta às atenções para a disputa da Copa do Nordeste e do Campeonato Sergipano, competições do campeão sergipano ainda nesse primeiro semestre.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE