Terça, 16 De Julho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

BRASILEIRO CONQUISTA 1ª MEDALHA DE OURO NA GA


Publicado em 07 de agosto de 2012
Por Jornal Do Dia


Arthur Zanetti no lugar mais alto do pódio com a medalha de ouro nas argolas

Arthur Zanetti exibe medalha

Arthur Zanetti escreveu seu nome na história da ginástica e do esporte brasileiro na manhã desta segunda-feira (6), um dia que vai ficar guardado para sempre na memória de todos.
O atleta da Seleção Brasileira de Ginástica Artística Masculina conquistou o ouro na final das argolas dos Jogos Olímpicos de Londres, disputada na North Greenwich Arena, medalha inédita para o Brasil e para a América Latina na modalidade. Com nota 15.900, o ginasta fez apresentação impecável e subiu ao lugar mais alto do pódio para ouvir o hino nacional. Para chegar ao topo, ele superou o campeão olímpico e mundial Yibing Chen (CHN).

Muito aplaudido ao entrar no ginásio de competição, Arthur Zanetti foi o último a se apresentar. Entrou em cena sabendo a nota de todos os adversários e a mais alta era do chinês, 15.800 (6.800 de partida e 9.000 de execução). Em segundo, estava Matteo Morandi, da Itália (15.733) e, em terceiro, o russo Aleksandr Balandin (15.666). O brasileiro também saiu com nota de dificuldade 6.800, mas conseguiu 100 pontos a mais de execução, fazendo 9.100, suficiente para somar 15.900 e conquistar a medalha de ouro.
Ao final de sua série, Arthur abriu um sorriso largo e esperou pelo resultado, que demorou um pouco a sair. Depois, foi só comemorar muito, junto com o técnico Marcos Goto.

"A nota demorou um pouco para sair, mas foi uma espera muito gostosa. Estou feliz demais. Queria muito ganhar essa medalha não só para mim, mas para tentar mudar a história da ginástica brasileira. É uma conquista para o meu treinador, para os amigos que treinam comigo, para o meu clube, para abrir as portas do esporte a outras equipes. É mérito para o meu pai, que fez meus primeiros aparelhos e, agora, todo esse trabalho está dando resultado. Agradeço muito a todos que sempre estão do meu lado e que me apoiam", vibrou o campeão olímpico.

O ouro veio para coroar a constante evolução de Arthur Zanetti nos últimos anos. Antes de subir ao lugar mais alto do pódio nos Jogos Olímpicos, só em 2012, o paulista já havia conquistado seis medalhas nas argolas, sequência que, na verdade, começou com o vice-campeonato mundial de outubro, em Tóquio, no Japão.

Nove federações da região participaram das Olimpíadas com 21 ginastas, e oito deles foram brasileiros. "Estar no pódio já seria muito importante para a modalidade e conquistar a medalha de ouro é uma emoção muito grande. Fizemos história e realizamos um sonho. Esse é o coroamento do trabalho realizado por toda a família da ginástica brasileira", comemorou a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Luciene Resende.

Resultado final – Argolas

Ouro: Arthur Zanetti-Brasil (15.900) – Prata: Yibin Chen-China (15.800) – Bronze: Matteo Morandi-Itália (15.733) – 4º: Aleksandr Balandin-Rússia (15.666) – 5º: Denis Ablyazin-Rússia (15.633) – 6º: Tommy Ramos-Porto Rico (15.600) – 7º: Iordan Iovtchev-Bulgária (15.108) – 8º: Frederico Molinari-Argentina (14.733).

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade