Sábado, 20 De Julho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Chuva alaga Aracaju e danifica ponte


Publicado em 18 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


AS CHUVAS ALAGARAM RUAS EM DIVERSOS BAIRROS DE ARACAJU. A MURETA DE PROTEÇÃO DA AVENIDA AIRTON TELES DESABOU

As fortes chuvas derrubaram a mureta de proteção do canal da Airton Teles

Kátia Azevedo
katiaazevedo@jornaldodiase.com.br

Os aracajuanos tiveram uma terça-feira de muita chuva. Logo nas primeiras horas do dia, muitos pontos da cidade já tinham alagamentos, complicando o trânsito nas principais vias da capital sergipana. Em Estância, a cabeceira de uma ponte desabou.

Além de alagamentos, as chuvas também trazem preocupação por causa da possibilidade de desabamentos de terras e imóveis. A Defesa Civil Municipal está em alerta.

Segundo a previsão meteorológica chuva e sol devem se alternar nos próximos dias em Sergipe, prevalecendo tempo instável. Ontem as chuvas  alcançaram 26 mm, o suficiente para derrubar parte da de uma mureta de proteção do canal Airton Teles, no bairro Santo Antônio. No local, onde há grande movimentação de veículos, houve grande congestionamento no inicio da manhã.

No mês – De acordo com o Centro de Meteorologia de Sergipe da Secretaria Estado de Meio Ambiente e de Recursos Hídricos (Cemese-Semarh) o volume de água esperado para este mês é de 260 mm no litoral do estado, 160 mm no Agreste e 100 mm no Alto Sertão. As chuvas estão sendo ocasionadas pela formação de nuvens vindas do oceano.

Nesta quarta-feira, 19, o tempo deve continuar instável, com pancada de chuvas rápidas e isoladas.
Com o retorno das chuvas na capital sergipana os cuidados devem ser redobrados principalmente para quem mora próximo das áreas de risco de alagamento ou deslizamento. A prevenção deve ser a principal iniciativa do cidadão que não quer sofrer consequências graves.

Ponte – As fortes chuvas que atingiram o município de Estância, localizado a 75 km de Aracaju, provocou a queda da cabeceira da ponte que dá acesso ao Bairro Bomfim.

Não houve feridos. Uma mulher que passava próximo ao local foi socorrida por um rapaz na hora que finalizava a travessia da ponte, utilizada exclusivamente por pedestres e motociclistas.

O tráfego de veículos é proibido no local. Nos últimos tempos, a ponte vinha apresentando sinais de desgastes e no local onde houve a queda da cabeceira um desnível havia se formado e fora contornado na semana passada com uma espécie de borra de asfalto.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local e isolou a área em toda sua extensão. Em 2009, a ponte Dom Pedro I, que fica próxima a que desabou, também sofreu com as fortes chuvas e acabou caindo. Dessa vez nada aconteceu, pois um muro de contenção e o alargamento do leito do rio foram feitos na intenção de evitar esse tipo de problemas.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade