Segunda, 29 De Novembro De 2021
**PUBLICIDADE
Publicidade

Confiança fez apronto e viaja nesta sexta


Publicado em 25 de novembro de 2021
Por Jornal Do Dia


O zagueiro Adalberto se mantém como titular e acredita em uma boa despedida do Dragão contra o Remo

O Confiança fez o treino apronto para enfrentar o Remo domingo Estádio Evandro Almeida, o Baenão. A partida marca a despedida do time sergipano do Brasileiro da Série B. Para o Confiança é um jogo para cumprimento de tabela. Para o Remo não. Trata-se de um jogo de vida ou morte. O time paraense precisa da vitória para sobreviver na Série B.

Depois do treino desta quinta-feira a equipe proletária está pronta e definida e viaja no final da tarde desta sexta-feira (26) para Belém do Pará.Nessa partida o time proletário conta com os retornos ao time do lateral Gedeilson e do meia Madison. Em compensação não terá o zagueiro Nirley e o atacante Neto Berola, que cumprem suspensão automática.

Quem tem posição assegurada na equipe é o zagueiro do Adalberto, que terá como companheiro de zaga Vinícius Santana, Luan Bueno ou Isaque Gavioli. Adalberto está confiante em uma boa apresentação do time proletário. Ele diz que duelo contra o Remo vale a dignidade do clube. “Temos que ir lá como se fosse uma final”, disse o zagueiro que fortaleceu e deu moral à zaga do Dragão.

– Eu sou um cara que me cobro muito, que costumo me cobrar de verdade e eu gosto de cobrar meus companheiros. Não gosto de perder, eu gosto de vencer, eu sou um cara muito vencedor, minha vida sempre foi assim. Mas eu termino de cabeça erguida porque dei o meu melhor, nós demos o nosso melhor, porque o nosso grupo foi muito acima da média. Infelizmente não conquistamos a permanência – disse o zagueiro.

Adalbert fala sobre a partida contra o Remo: “Para o Remo é como se fosse uma final, mas para a gente vale a dignidade, a honestidade à nossa profissão, que é muito boa, e vale honrar a camisa do confiança. Emquestão de salário, está todo mundo em dia, ninguém tem nada o que falar e temos que honrar da melhor maneira possível. Temos que ir lá como se fosse uma final, assim como eu falei, pela nossa dignidade e de todo mundo” finalizou o zagueiro.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade