**PUBLICIDADE
Publicidade

DITADURA NUNCA MAIS. VIVA JANJA QUE ALERTOU SOBRE O PERIGO DA GLO


Avatar

Publicado em 04 de abril de 2024
Por Jornal Do Dia Se


* Rômulo Rodrigues

No último 1º de abril o Brasil teve que denunciar, mais uma vez, o sangrento período decorrente de um golpe militar que se transformou em uma ditadura que matou, prendeu, torturou homens, mulheres e crianças e institucionalizou a corrupção no País.
Passados 60 anos não tem como negar ou encobrir as culpas dos militares golpistas, chamados de gorilas, que destituíram um governo democrático eleito pelo voto soberano do povo, alegando ameaça do comunismo ser implantado no Brasil e, de combate à corrupção, como pano de fundo, para encobrir que atendiam às ordens expressas dos Estados Unidos da América para que continuassem a surrupiar todo o nosso minério de ferro e impedir os avanços da Petrobras.
Na noite do dia 13 de março na Central do Brasil o presidente João Goulart ao lado de governadores, senadores, deputados e líderes trabalhistas, na presença de grande massa de trabalhadores e populares, fez um discurso histórico anunciando seu grande projeto de reformas de base, que o Brasil ansiava para dar seu grande salto rumo ao desenvolvimento social, industrial, agrário e na educação.
Os Estados Unidos da América, pelo seu embaixador aqui; Lincoln Gordon, disse não; e os milicos partiram para destruir a soberania da nação.
O último dos moicanos, segundo notícias que deu no New York Times, general Amaury Kruel, capitulou mediante malas recheadas com US$ 1,2 milhão.
Foi um golpe militar planejado lá na terra do Tio Sam e executado aqui pelos lacaios fardados, pelos políticos corruptos chefiados pelo deputado da UDN mineira Aécio Borba, pai do deputado tucano Aécio Neves, radicais de direita como o líder carioca, também da UDN, Carlos Lacerda e outros tantos como Dinarte Mariz e Aluisio Alves do Rio Grande do Norte, Magalhães Pinto banqueiro e político mineiro, Juracy Magalhães na Bahia, Leandro Maciel em Sergipe todos udenistas e golpistas.
Dos esgotos dos reacionários militares ainda sobrevive o verme general da reserva Augusto Heleno, à época capitão do exército e ajudante de ordens do general Silvio Frota que tentou um golpe dentro do golpe e foi barrado pelo ditador de plantão general Ernesto Geisel.
A camarilha traiçoeira ainda existe e resiste e tem hoje como seu porta voz mais referenciado o general da reserva Hamilton Mourão que numa prova inequívoca de insulto às memórias de Getúlio Vargas, João Goulart, Leonel Brizola, Paulo Brossard, João Paulo Bisol e tantos outros, os gaúchos desceram ao nível mais baixo elegendo senador da República em crime cívico de negar a representação ao ilustre Olívio Dutra.
Essa gente da extrema direita, da direita, do fascismo, nunca prestou e tão pouco prestará porque nunca quis ou vai querer o bem do povo brasileiro, ela defende o nosso País como colônia dos Estados Unidos da América, sem perceberem e aceitarem que o império que amam e sentem devoção está decadente e o Brasil já lidera o novo mundo que está nascendo no sul global.
Quem nasceu e se robusteceu à custa de roubo e tomada de assalto de patrimônios e riquezas alheias, via mentiras chantagens foi o império Globo tendo à frente seu patriarca Roberto Marinho, se credenciando lacaio mor dos milicos e encobrindo todos os crimes hediondos praticados por eles.
No momento sua carga ideológica centra fogo na insinuação por seus telejornais que o povo brasileiro vivia melhor com o Brasil caindo da 6ª para a 12ª posição na economia mundial, com o mais alto índice de desemprego, maior queda na renda do trabalhador, governado por milicianos fardados, do que tendo recuperado a posição de 6ª economia do mundo, com criação de 3 milhões de novos empregos com carteiras assinadas, com inflação em queda, recuperação de 11% no poder de compra no ano de 2023, 13 milhões de pessoas saindo do mapa da fome, maior prestígio internacional da história e governado por um trabalhador reconhecido como um dos maiores estadistas do mundo na atualidade.
No início do 4º trimestre do 2º ano de mandato os sinais de como anda o sentimento popular indicam que a boca do jacaré continua mantendo visual de pouca abertura, porém com sinais de que a mandíbula inferior, a do fascismo, dá indicação de estagnada enquanto a superior, a da democracia, tende a mover-se para cima puxada pela economia.
A recente determinação do governo Lula para conter o amento de 5,6% na tarifa de energia, fixando em 2%, vai impactar na não subida da inflação.
A já formada maioria do STF para dar um basta na maléfica GLO, com votos que põem os militares golpistas nos seus devidos lugares, como não poder da república, é um grande sinal interno de garantia da prevalência da democracia.
Outra medida anunciada é a do pacote que avança no fortalecimento da reforma agrária para garantir alimentos sem venenos nas mesas do povo trabalhador. E viva Janja que disse a tempo: GLO não, GLO é golpe!

* Rômulo Rodrigues, sindicalista aposentado, é militante político

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade