Domingo, 23 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

ENTREVISTA: VALMIR MONTEIRO Trabalho, otimismo e persistência


Publicado em 15 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


Valmir Monteiro está otimista quanto ao resultado da eleição

"Eu sou um homem que aprendeu a trabalhar muito cedo ao lado do meu pai, como também, lutar e batalhar pelos meus sonhos, compreendendo as dificuldades da vida, porém, sem jamais desistir". Assim se define o atual prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro, que vê no trabalho, no otimismo e na persistência três fatores fundamentais para superar os obstáculos do dia a dia. Ele já está em campanha para tentar se reeleger para um segundo mandato de prefeito num dos municípios mais importantes de Sergipe. Nessa entrevista exclusiva ao Jornal do Dia, Valmir fala também de eleições, de governo e da luta diária para administrar o município de Lagarto. Confira os pontos mais importantes da entrevista.

JORNAL DO DIA – Como você definiria sua trajetória política e de homem público?

VALMIR MONTEIRO – Eu comecei minha vida concorrendo numa eleição para prefeito em 1996, enfrentando políticos tradicionais do município. Não ganhei, mas, dois anos depois na eleição de 1998, disputei uma vaga para deputado estadual, quando ganhei meu primeiro mandato. Ali continuei por mais dois mandatos, quando venci as eleições de 2008 para dirigir a cidade de Lagarto. Administrar essa cidade é motivo de muito orgulho para mim, principalmente, pela minha gratidão ao município que me deu tudo que tenho em minha vida, da família aos negócios, como também, minha trajetória política vitoriosa graças a Deus e ao povo de Lagarto.

JD – Por que Valmir Monteirocandidato àreeleição?

VM – Por entender que ainda tem muito para fazer em nossa cidade, visando consolidar esse processo de crescimento e desenvolvimento que programamos desde 2009 quando assumimos nossa primeira gestão.

JD – O que você destacaria na sua administração à frente da Prefeitura de Lagarto?

VM – As ações que desenvolvemos na saúde, reformando e ampliando postos, decentralizando a marcação de exames, e tantas outras. Na educação buscamos valorizar e respeitar o magistério, dando-lhe sua remuneração de acordo com a Lei sem precisar qualquer manifestação da categoria, reformamos e ampliamos escolas, aumentamos o transporte escolar para o ensino médio e superior, além do investimento que estamos fazendo no ensino infantil, inclusive, construindo quatro creches simultaneamente nos bairros periféricos da cidade. No social erradicamos mais de 300 casas de taipa, dando dignidade para essas famílias, criamos o programa da bolsa família municipal para 1000 famílias de baixa renda, e na infraestrutura pavimentamos de asfalto e calçamento mais de 150 ruas e avenidas na sede e nos povoados.

JD – Otimista em relação à campanha para sua reeleição?

VM – Muito otimista, embora reconheça que um processo eleitoral em Lagarto acontece num clima de muita disputa, mas, estamos pronto e disposto para enfrentar nossos adversários, mostrando o comparativo do que eles deixaram de fazer durante tantos anos à frente da prefeitura, com o que nós já realizamos dentro dessa primeira gestão.

JD – Na campanha, qual a principal mensagem que você vai passar para a população do município?

VM – A mensagem de que nossa candidatura representa a verdadeira mudança para Lagarto, quando realizamos uma administração voltada para o povo, desenvolvendo ações independentes de cor partidária, isto é, governando para todos.

JD – Quais os principais pontos do seu novo programa de governo que você destacaria?

VM – O nosso novo programa de governo tem algo bem à frente dos demais, considerando que estamos em andamento, e que vamos continuar fazendo para Lagarto crescer e desenvolver dentro de uma estratégia que planejamos para nos tornarmos a maior cidade do interior sergipano.

JD – Qual a avaliação do governo do estado em relação a Lagarto?

VM – O governo do estado foi e será um grande parceiro de nossa administração. Posso destacar obras como a rodovia Lourival Batista, com a duplicação no trecho da Colônia Treze, o hospital regional, a reforma da rodoviária, delegacia regional, enfim, uma parceria que só colaborou para nosso crescimento, assim como Lagarto contribuiu para o crescimento do estado com alguns índices econômicos, a exemplo do nosso PIB que bateu 6,83 enquanto que o estado conferiu 4,4.

JD – E do governo federal?

VM – O governo federal é outro parceiro que o povo lagartense, assim como eu na condição de prefeito, devemos agradecer muito em tê-lo do nosso lado. Essa realidade pode se constatar apenas pela instalação do pólo da Universidade Federal nos cursos de saúde. E por falar em Saúde, devo lembrar da nossa contribuição para com o governo federal, diminuindo o índice de mortalidade infantil e neonatal em nosso município.

JD – Qual a Lagarto que você sonha para você e para as futuras gerações?

VM – Lagarto dos meus sonhos é a cidade que planejamos, quando nos determinamos administrar a prefeitura, visando estabelecer um equilíbrio social, levando o poder público para próximo daqueles que verdadeiramente necessitam dos serviços, reestabelecendo a autoestima do povo, fazendo com que todos acreditem na grandeza que o município tem, colaborando com ações de cidadania individual, que vão desde a limpeza urbana à preservação do patrimônio público.

JD – Com quem você conta em termos de apoio político e eleitoral para a sua candidatura?  

VM – Eu sou filiado do PSC, que tem como líderes os irmãos Amorim, tenho o apoio e aliança do PT, que tem como principal liderança o governador, Marcelo Déda, do PSB liderado pelo senador Valadares, do PR do deputado federal Laercio Oliveira, além das lideranças locais como o velho guerreiro Ribeirnho, liderança de honra do grupo bole-bole, inclusive, com a sua filha, Luiza Ribeiro, em nossa chapa majoritária, do deputado estadual, Gustinho Ribeiro, de sete vereadores dos dez atuais e, principalmente do povo lagartense, sem esquecer em primeiro do que todos de Deus.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade