Quarta, 17 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Falsificação de dinheiro em Sergipe é combatida


Avatar

Publicado em 17 de fevereiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Milton Alves Júnior
 
Agentes da Polícia Federal deflagraram no início da manhã de ontem mais uma operação destinada ao combate de produção, comercialização e infiltração de dinheiro falso no Brasil. Conforme identificado pelo setor de inteligência da corporação federal, o suspeito – com residência fixa em Aracaju -, apresentava atitude suspeita na venda de cédulas falsas através de chats de redes sociais. De acordo com a Superintendência Regional da Polícia Federal, a ação teve como objetivo coletar maquinário, equipamentos eletrônicos e documentos que comprovem a prática delituosa. Durante a abordagem, um computador foi periciado, bem como um aparelho telefônico foi apreendido. A identidade e idade do suspeito não foram reveladas neste primeiro momento.
Em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), ao longo dos últimos cinco anos os profissionais da Polícia Federal estão intensificando o trabalho de monitoramento e abordagem contra pessoas suspeitas de cometer este tipo de crime. Durante este período, estima-se que mais de 50 mil reais em notas falsas tenha sido retirado, ou não inseridos em circulação comercial. 
Neste mesmo momento da abordagem uma das pessoas presas relatou aos policiais que pretendia receber outros 2 mil reais em cédulas falsas de um jovem que o estaria aguardando no bairro Aeroporto. Pelo Banco Central do Brasil foi destacado que a falsificação, ou repasse de cédulas clandestinas é considerado crime, previsto pelo artigo 289 do Código Penal, com pena prevista de 3 a 12 anos de prisão. Quem tentar colocar uma cédula falsa em circulação depois de tomar conhecimento de sua falsidade, mesmo que a tenha recebido de boa fé, pode ser condenado a uma pena de 6 meses a 2 anos de detenção.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade