Quarta, 12 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Governo investe na recuperação de barragens nos municípios afetados pela seca


Publicado em 11 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


Barragem de Santa Brígida, localizada na divisa Sergipe e Alagoas, na visita do vice-governador, Jackson Barreto, e o secretário da Agricultura, José Sobral

O Plano de Combate à Seca, lançado pelo governador Marcelo Déda, em maio deste ano, continua no foco das atuações do Governo do Estado. A preocupação com a população dos municípios afetados pela estiagem tem mobilizado secretarias e órgãos estaduais em torno de medidas que visam minimizar os efeitos causados pela seca prolongada em Sergipe.

Nos últimos meses, como parte das ações estruturantes, já foram recuperadas 215 pequenas barragens em Canindé de São Francisco, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre, Poço Redondo, Porto da Folha, Gararu e Poço Verde, além da barragem da Vaca Serrada, localizada em Monte Alegre, mas de importância estratégica na região. Também estão em fase de execução os projetos de recuperação das barragens de Bate Lata e Barra da Onça, ambas em Poço Redondo.

As recuperações das barragens são necessárias para aproveitar a incidência das chuvas que se anunciam, garantindo o perfeito funcionamento do sistema de abastecimento dos reservatórios da região. Coordenadas pelo Governo do Estado, as medidas vêm sendo realizadas com a colaboração do Governo Federal e das prefeituras municipais.

O Governo de Sergipe já investiu R$ 720 mil, em recursos estaduais, para recuperação das barragens e aguadas do Alto Sertão, e aguarda a liberação de R$ 3,9 milhões, recursos da Defesa Civil Nacional, para prosseguir com o processo de recuperação das demais barragens, entre elas Bate Lata e Barra da Onça. O trabalho de recuperação evolve Secretarias de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (Seagri), através da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro), visando assegurar a capacidade de armazenamento das barragens e aguadas nos municípios daquela região.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura, José Macêdo Sobra, a recuperação das barragens objetiva, ainda, solucionar um dos grandes problemas causados pela seca: a escassez de água que resulta na perda dos rebanhos dos criadores da região. "Essas ações permitirão o armazenamento de água para dessedentação animal, o qual foi um dos principais problemas enfrentados pela população dos municípios que sofreram com a seca este ano", afirma o secretário.

Outras medidas – No início deste mês, o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) anunciou a liberação de R$ 14 milhões em créditos para famílias atingidas pela seca, que beneficiará diretamente, em um primeiro momento, 1.380 famílias com as contratações no Programa Emergencial para Seca 2012, possibilitando o fornecimento e produção de forragem animal para sustentar os rebanhos, como também a ampliação da capacidade de armazenamento de água necessário nesse processo.

Além disso, foram executadas ações de suporte emergencial, como a distribuição de cestas básicas e encontra-se em curso o pagamento do Bolsa-Estiagem, beneficiando 14.105 agricultores familiares de diversos municípios. Já o pagamento do seguro-safra, no valor de R$ 675, por pessoa, beneficiará 12.805 agricultores a partir de agosto.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade