**PUBLICIDADE
Publicidade

Homem mata cadeirante e seu cachorro em São Cristóvão


Avatar

Publicado em 15 de dezembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Milton Alves Júnior
 
O setor de inteligência da Polícia Civil segue em busca da identidade e possível paradeiro de um homem acusado de ter assassinado um jovem cadeirante e um cachorro no Povoado Pedreiras, município de São Cristóvão, região metropolitana de Aracaju. Conforme oficializado pela Polícia Militar, na última quarta-feira, 13, uma equipe foi acionada pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP 190), para atender a ocorrência previamente apresentada como tentativa de homicídio. Ao chegar no local indicado, foi constatado que o jovem não respondia aos estímulos; profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), estiveram no local, realizaram estímulos, mas constataram o óbito. Peritos do Instituto Médico Legal (IML), removeram o corpo.
Por parte da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), foi informado que após constatado o crime, diligências foram realizadas nas imediações a fim de aplicar a prisão em flagrante. As buscas envolveram – além de toda a corporação da Polícia Militar -, equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), e da Guarda Municipal de Aracaju. A fim de criar o retrato falado do suposto criminoso, os policiais interrogaram vizinhos, familiares e amigos; a proposta também era identificar se a vítima enfrentava desavenças ou era envolvido com atos ilícitos. O Governo do Estado pede que denúncias anônimas contendo informações capazes de colaborar com os estudos, sejam apresentadas ao setor de inteligência da Polícia Civil.
O compartilhamento destes dados deve ser feito a qualquer hora do dia por meio do Disque-Denúncia (181). O sigilo é garantido. Profissionais do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP 190) também permanecem à disposição para encaminhar as informações para o setor de inteligência da Polícia Civil. A expectativa é que imagens capturadas por câmeras de circuito externo de residências e estabelecimentos comerciais também possam contribuir com as investigações.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade