Terça, 16 De Julho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Huse reforça plantão durante o São Pedro


Publicado em 29 de junho de 2012
Por Jornal Do Dia


Devido aos festejos juninos, o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) está trabalhando com um plano de ação a partir desta sexta-feira, 29 de junho, até o domingo, 1º de julho. Foi preparado um reforço nas escalas assistenciais e na escala da gestão, através de um supervisor por área, para garantir que a escala funcione conforme o planejado.

Toda a equipe de manutenção, enfermagem, serviços, maqueiros e vigilância patrimonial será supervisionada. Além disso, haverá dois policiais militares de plantão no Pronto Socorro. As escalas da Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ), do Centro Cirúrgico e do Pronto Socorro são as que receberão maior atenção no período, com destaque para a UTQ, que montou um esquema especial para atender aos casos de queimaduras, típicos do período.

A UTQ ampliou o número de leitos para queimados, o que inclui uma retaguarda de quatro leitos, e está com uma escala diferenciada de profissionais. Em casos menos graves de queimaduras, a entrada do paciente está sendo feita pela Sala de Sutura do Pronto Socorro. Já para os de maior gravidade, a Área Vermelha está preparada para prestar o atendimento, estabilizando o paciente, encaminhando para o Centro Cirúrgico e, em seguida, para a UTQ.
 
Samu – Na capital, durante os festejos juninos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe) tem montada uma estrutura no Forró Caju e outra no Arraiá do Povo. Já no interior, as bases descentralizadas estão garantindo toda a cobertura dos municípios.
Para o Forró Caju, que ocorre nos Mercados Municipais, o Samu montou um posto de atendimento com 14 leitos, sendo 12 destinados à baixa complexidade e outros dois para estabilização. Além disso, foram disponibilizadas uma Unidade de Suporte Básico (USB) e uma de Suporte Avançado (USA). Serão três médicos, três enfermeiros e dez técnicos de enfermagem por noite. Todo o serviço funcionará normalmente na capital e no interior para atender a outros chamados.

A expectativa é que cerca de 95% das ocorrências sejam resolvidas no próprio local da festa. Assim, será evitada a superlotação das unidades. Os casos de média complexidade serão destinados aos hospitais municipais da Zona Norte e da Zona Sul. Já os casos de alta complexidade vão para o Huse.
Já na Orla de Atalaia, festa que acontece até o dia 1º de julho, todas as noites o Arraiá do Povo contará com uma Unidade de Suporte Básico, por ser uma festa considerada mais tranquila.

O interior do estado contará com as 36 bases descentralizadas. São 14 USAs e 36 USBs distribuídas por essas bases. Toda a escala estará completa para garantir a agilidade na prestação do serviço. A montagem de estrutura de postos de atendimento nas festas do interior ficou sob responsabilidade das prefeituras.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade