Quarta, 28 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Itabaiana conhece adversário na Copa do Brasil


Avatar

Publicado em 31 de janeiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou nesta segunda-feira (29), o sorteio da primeira fase da Copa do Brasil 2024. Os jogos estão programados entre 21 e 28 de fevereiro, definiram os confrontos seguindo critérios do Departamento de Competições da entidade. O Itabaiana é o representante sergipano na competição está na chave 18 e enfrentará a equipe do Brasiliense-DF.
Os 80 clubes foram distribuídos em oito potes (A a H) com base no Ranking Nacional de Clubes. O pote A inclui os dez melhores ranqueados, e assim por diante até o pote H. Os 40 confrontos foram estabelecidos de acordo com a regra: A x E, B x F, C x G e D x H.
Os vencedores dos Grupos 1 e 2 se enfrentarão na segunda fase, repetindo-se o processo para os times dos Grupos 3 e 4, e assim sucessivamente. Destaque para o embate entre o atual campeão sergipano, Itabaiana, contra o Brasiliense, e o Confiança enfrentando o Murici-AL.
Os jogos estão previstos para ocorrer entre os dias21 de fevereiro e 28 de fevereiro.
Primeira fase: 21 ou 28 de fevereiro;Segunda fase: 6 ou 13 de março;Terceira fase: 1º ou 22 de maio;Oitavas de final: 31 de julho ou 7 de agosto;Quartas de final: 28 de agosto ou 12 de setembro; Semifinais: 2 ou 17 de outubro;Final: 3 ou 10 novembro.
Rio de Janeiro, RJ, 30 (AFI) – Com a presença de Dorival Júnior, técnico da seleção brasileira, e clamor contra o racismo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sorteou nesta terça-feira os 40 confrontos da primeira fase da Copa do Brasil, que serão disputados em jogo único entre os dias 21 e 28 de fevereiro. As atrações das rodadas iniciais são Corinthians, Cruzeiro, Internacional, Vasco, Fortaleza e o reforçado Bahia. O time de Mano Menezes vai até o interior do Paraná para enfrentar o Cianorte, de quem levou 3 a 0 na ida da edição de 2005. O Santos é o único dos grandes do País fora da competição por não conseguir vaga pelo Paulistão e, depois, com o fracasso no Brasileirão. Pela primeira vez na história a CBF aboliu classificação por seu ranking, o que prejudicou a equipe da Vila Belmiro.
Será um reencontro das equipes paulista e paranaense, que se encararam na edição de 2005 e o Corinthians milionário da época da MSI, com Tevez, Mascherano, Roger Flores, Carlos Alberto e cia. Teve de lutar muito para evitar um vexame histórico após levar 3 a 0 fora de casa na estreia do técnico Daniel Passarela. Na volta, porém, goleada por 5 a 1 no Pacaembu e classificação.
Também ficou definido que na segunda fase o rival será o vencedor do confronto entre o carioca Olaria e o São Bernardo, de quem o Corinthians perdeu neste fim de semana, pelo Campeonato Paulista, por 1 a 0, mesmo com um jogador a mais desde os 13 minutos do primeiro tempo.
O Corinthians estava no pote A, e poderia encarar adversários das outras quatro regiões do estado, com viagens curtas para o Paraná, por exemplo, para enfrentar Cianorte, o rival sorteado, e Maringá, ou mesmo para Santa Catarina para encarar o Marcílio Dias. Havia, também uma possibilidade longa, como para a casa de Água de Marabá, no Pará. Além do Cianorte, ainda haviam os nordestinos Sousa-PB, ASA-Al, Fluminense-PI pelo caminho, o União, do Mato Grosso, e o Real Noroeste, do Espírito Santos.
O sorteio ainda definiu que o Cruzeiro terá pela frente o Sousa-PB, enquanto o Internacional encara o ASA-Al e o Vasco desafia o Marcílio Dias. O Bahia de Rogério Ceni medirá forças com o Moto Club-MA e o Fortaleza pega o Fluminense-PI. Os visitantes, por terem melhor ranking na CBF, jogam pelo empate na primeira fase. Na segunda, em caso de igualdade, a vaga será decidida nos pênaltis.
 
Racismo – Antes do sorteio, o presidente Ednaldo Rodrigues discursou contra o racismo e pregou paz na competição. “Boa tarde a todos, espero que as equipes façam uma competição com muita disciplina, combate à violência nos estádios ou fora de estádios e também respeito a todos, principalmente a qualquer tipo de discriminação”, pediu Ednaldo. “Todo tipo de discriminação, principalmente o racismo, é crime e está dentro do regulamento. Queremos paz nos estádios e disciplina na competição. Que os torcedores possam receber bem os colegas de outras equipes. Desejo sucesso a todos os participantes da Copa do Brasil de 2024”, completou.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE