Sábado, 15 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Maioria das dívidas é feita no cartão


Publicado em 25 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


Entre os tipos de dívidas mais comuns dos consumidores, o cartão de crédito foi novamente o mais apontado neste mês. 71,8% dos endividados têm débitos no cartão de crédito, seguido por carnês, com 19,4%. O número de famílias que declaram estar endividadas apresentou queda entre julho deste ano e o mesmo mês de 2011, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência (Peic) do Consumidor da Confederação Nacional do Comércio.

No caso do cartão de crédito, os percentuais de endividados nesta categoria que ganham até 10 e acima de 10 salários mínimos são de 72,1% e 68,5%, respectivamente. Já em relação aos endividados por causa de contas em carnês, 19,7% têm renda até dez mínimos e 17,6% possuem rendimentos acima deste patamar. De maneira geral, a Peic revelou que, em julho deste ano, 57,6% dos consumidores do País estão endividados – número inferior ao registrado em julho de 2011, quando 63,5% estavam nessa situação.

O crédito pessoal e o financiamento de veículos estão, respectivamente, na terceira e quarta posições na lista de dívidas dos brasileiros, com 10,7% e 9,4% das menções, respectivamente. Na primeira modalidade, dos devedores que ganham até 10 salários mínimos, 10,5% têm crédito a pagar, ante 12,3% dos que recebem acima desse patamar.

Considerando o financiamento de veículos, na análise por faixa de renda, dos que recebem até 10 mínimos, 8,0% têm dívidas desse tipo, enquanto 19,7% dos devedores de maior renda estão nessa situação. A Peic ainda revelou que, em julho deste ano, 5,7% dos endividados brasileiros têm débitos no cheque especial. Dos pesquisados de menor renda, 5,4% têm dívidas nessa modalidade de crédito. Já entre os que ganham acima de 10 salários mínimos, o percentual é de 7,5%.

No crédito consignado, 3,1% dos endividados com até 10 salários mínimos têm pendências nessa modalidade, enquanto entre os que recebem mais o número sobe para 4,1%. No geral, 3,2% dos entrevistados têm dívidas com crédito consignado este mês.

Já no que diz respeito ao financiamento imobiliário, 3,6% dos devedores têm empréstimos a pagar em julho deste ano. Considerando os que ganham até 10 salários, 3,2% têm dívidas com essa modalidade de crédito. Já entre os de maior renda, 6,3% têm débitos com financiamento imobiliário para pagar.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade