Sexta, 23 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Moradores de bairros da zona sul fazem protesto pela legalização de táxi lotação


Avatar

Publicado em 11 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


Os motoristas de lotação fazem protesto no Santa Maria

Moradores dos bairros Coroa do Meio, Santa Tereza, Augusto Franco e Atalaia, além de motoristas de táxi lotação, realizam hoje, às 7h, uma grande queima de pneus, na avenida Nova, no bairro Coroa do Meio. O protesto é para chamar a atenção da Prefeitura de Aracaju para legalização do serviço do táxi lotação.
Segundo a diretora administrativa da Cooperativa de Táxi Lotação dos bairros Coroa do Meio, Santa Tereza, Augusto Franco e Atalaia, Conceição Carvalho, a categoria já esteve na Prefeitura e solicitou uma audiência com o prefeito Edvaldo Nogueira, mas não foi atendida. "Toda a população está se manifestando a nosso favor, só o prefeito é contra", reclama ela.

Conceição, que é dona de táxi lotação, conta que realiza em média 15 viagens por dia e cobra R$ 2,50 pela passagem. "Nem sempre circulamos com o táxi cheio, mas temos um compromisso com a população, então,estamos na ativa o tempo todo", relata.

A cooperativa já conta com 80 taxistas e ainda há outras associações e cooperativas espalhadas pela cidade. De acordo com Conceição, a Prefeitura de Aracaju pode perfeitamente atender a solicitação, já que os passageiros do táxi lotação e do táxi bandeira são diferenciados. "Não tomamos passageiros de ninguém, só desejamos regularizar nossa situação, para não vivermos na clandestinidade", desabafou.

Clandestinidade – Segundo a Superintendência de Transporte e Trânsito de Aracaju, apenas em 2012 foram apreendidos 36 veículos que faziam o transporte clandestino de passageiros. Em janeiro foram cinco; em fevereiro, nove; em março, sete; em abril, oito; em maio três e em junho, quatro.

O coordenador de Operação de Táxi, da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju, Diogo Crispim, explicou que não existe a possibilidade de criação de novas vagas para táxi, pois a lei municipal 2.862, de 17 de setembro de 2000, proíbe a liberação de permissões.

"O Poder Executivo só concederá permissão de exploração de serviço de táxi quando a população atingir o coeficiente de um táxi para cada 800 habitantes", explicou ele. Aracaju hoje tem uma média de 600 mil habitantes, ou seja, o quantitativo de táxi é mais que suficiente. O que pode acontecer é liberar táxi bandeira para circular como lotação. (Cândida Oliveira)

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade