Terça, 25 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Ônibus bate em caminhonete no Centro


Publicado em 19 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


deixou três feridos

O acidente ocorreu no cruzamento das ruas Maruim e Pacatuba e deixou três feridos

Gabriel Damásio
gabrieldamasio@jornaldodiase.com.br

Mais um acidente aconteceu no cruzamento das ruas Maruim e Pacatuba, no Centro da capital, onde comerciantes e funcionários de escritórios reclamam da falta de um semáforo. Por volta das 18h de ontem, um ônibus da Viação Progresso que fazia a linha Castelo Branco/DIA bateu em uma caminhonete L-200 que seguia pela Pacatuba e teria invadido a preferencial. A picape estava apenas com o motorista, que não se feriu, e ficou muito destruída, ao ser prensada entre o ônibus e as vigas da calçada.

Mais de 30 passageiros estavam no coletivo e saíram às pressas do ônibus, em meio ao susto e ao nervosismo. Três deles ficaram feridos e foram resgatados por soldados do Corpo de Bombeiros.  Todos foram levados para o Pronto-Socorro Nestor Piva (zona norte) com lesões leves, sobretudo pancadas e arranhões, mas um dos pacientes reclamava de dores nas costas e tinha a suspeita de lesão na coluna.

Segundo a tenente Carla Cristina, chefe das equipes que atenderam a ocorrência, o local precisou ser isolado pelos bombeiros porque muitos curiosos cercaram o coletivo e atrapalhavam o trabalho de socorro.

Os passageiros do ônibus seguiram viagem em outro ônibus que passou pela Avenida Ivo do Prado. Já o trânsito foi desviado por ruas paralelas até a retirada dos veículos. O acidente pegou de surpresa muitas pessoas que saiam do trabalho ou da escola naquele momento. O estudante Wesley Barreto, que voltava do Colégio Atheneu Sergipense com uma turma de amigos, conta que o ônibus bateu muito forte na L-200, que foi arrastada até as vigas. Outras testemunhas afirmam que nenhum dos dois veículos estava correndo e que o motorista da caminhonete, ao seguir pela Rua Pacatuba, teria invadido a preferencial do ônibus, então na Maruim.

"O responsável é esse safado da caminhonete, que é um cego, não sabe dirigir dentro de Aracaju. O motorista (do ônibus) vinha devagar, tentou frear, mas não deu. Ele é o único responsável", acusou uma passageira não-identificada, que voltava do trabalho com os filhos e estava bastante irritada com o acidente.

O motorista da picape, que também não se identificou, disse que não estava correndo e nem invadiu a preferencial, chegando a desviar do ônibus para tentar evitar a batida..
O acidente reacendeu as reclamações pela falta de um semáforo na esquina, que fica próxima ao Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE). Em 6 de março deste ano, o semáforo foi derrubado por um caminhão baú que descarregava colchões em uma loja. Desde então, o equipamento não foi reposto pela SMTT. Para a lojista Antônia Ribeiro, a falta do semáforo já causou outros acidentes no local. "Antes de cair o semáforo não tinha tanto acidente. Agora, todas as vezes invadem a preferencial. Todos os dias tem acidentes sérios aqui, com senhora jogada no chão, bens destruídos", reclama. No local, há apenas uma placa de "Pare" na Rua Pacatuba e faixas de pedestre pintadas no chão.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade