Segunda, 26 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Rogério faz campanha pela volta da Petrobras ao estado de Sergipe


Avatar

Publicado em 18 de janeiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


O senador Rogério Carvalho (PT/SE) concedeu entrevista à uma emissora de rádio, em Aracaju, nesta quarta-feira (17), e fez uma análise sobre a campanha que iniciou para que a Petrobras retornasse a operacionalizar em sua totalidade em Sergipe.
Ele pontuou sobre as dificuldades que os trabalhadores sergipanos e o estado em si têm passado por conta da suspensão da operacionalização e como tem atuado para reverter essa situação. “A Petrobras já representou quase metade do PIB sergipano em determinados momentos. A saída da Petrobras reduziu o PIB, diminuiu a ocupação hoteleira, prestação de serviços e empobreceu a população”, disse.
“A privatização reduziu a massa salarial e a produção. A ideia é que a Petrobras possa reassumir esses campos, pois é preciso ter conhecimento e tecnologia para extrair petróleo de campos mais antigos. A Petrobras tem essa tecnologia, e empresas associadas, mesmo controladas pelo setor privado, podem ter um desempenho melhor”, explicou.
Carvalho revelou, ainda, que está mantendo conversas permanentes com o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, para buscar alternativas para a retomada da operação da empresa em Sergipe. “Tenho mantido conversas permanentes com o presidente da Petrobras. Inclusive, domingo à noite falei com ele; converso com ele regularmente sobre os caminhos e o que está sendo feito. Mas uma dificuldade é o desmonte da indústria naval no Brasil. Os estaleiros chegaram a ter setenta, oitenta mil trabalhadores. Quando o governo Lula reassumiu no início do ano passado, tinha cinco mil”, comentou.
Também durante a entrevista, Carvalho fez uma breve análise do primeiro ano de governo do Presidente Lula (PT). “O presidente Lula teve um ano muito importante, e conseguiu a aprovação da reforma tributária, o novo arcabouço fiscal, o desenrola Brasil, e a retomada do Bolsa Família, sem interrupções. Houve um compromisso do presidente com a conclusão da BR-101, a duplicação da BR-235, a construção da ponte Penedo/Neópolis e os maiores investimentos devem ocorrer através da Petrobras”, ressaltou.
“Então, a gente não pode achar que é mais ou menos importante, é tanto que Sergipe pode receber quase R$ 100 bilhões do PAC. A maior parte desses recursos virá para a montagem da exploração e produção do petróleo nas águas profundas aqui de Sergipe”, completou.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade