Domingo, 23 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Semarh mobiliza grupo para combate à desertificação


Publicado em 04 de agosto de 2012
Por Jornal Do Dia


Um grupo permanente vai combater a desertificação no Estado

Dando continuidade às atividades relacionadas para o desencadeamento do processo de desertificação no semiárido sergipano, através do Plano Estadual de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca, (PAE/Sergipe), ontem, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) oficializou a institucionalização do Grupo Interinstitucional Permanente de Combate à Desertificação (GPCD) mediante a determinação do Decreto nº 28.628 de 06 de julho de 2012. O evento, que ocorreu no auditório da Codise, contou com a presença do secretário de Meio Ambiente, Genival Nunes, e da representação de entidades governamentais e não governamentais.

De acordo com Genival Nunes, a partir da oficialização do GPCD o Estado de Sergipe tem um compromisso de garantir a mitigação dos efeitos da seca, evitando que ela seja ainda causadora de mais problemas tanto para a população quanto para o ecossistema que engloba a região. "Através deste decreto instituído pelo governador Marcelo Déda,  estamos hoje constituindo essa comissão formada por vários representantes, que terão a visão e determinação de produzir conhecimentos específicos para o fortalecendo de todas as políticas que combatam essas duas pragas: a seca e conseqüentemente a desertificação", disse.

Monitoramento – A partir da determinação do decreto voltada à criação do GPCD, a coordenadora do PAE-SE, Vera Cardoso, frisou que ele irá contribuir no acompanhamento, monitoramento e na operacionalização do Projeto "Sergipe Combatendo a Desertificação em Assentamentos e Comunidades, com Mecanismo e Tecnologias Digitais". Revela que isso ocorrerá através da implantação do Plano Estadual de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca, apoiado pelo Fundo Nacional sobre Mudança do Clima, conveniado com o Ministério do Meio Ambiente.

Ainda segundo Vera, no artigo 4º do decreto o grupo contribuirá para o incentivo à proposição, elaboração e implementação de projetos que visam, na medida do possível, o apoio técnico e financeiro para aumento das capacidades de convivência com a problemática da seca de forma sustentável, assim como incentivar, através de seus órgãos representados no Grupo, os municípios das Áreas Susceptíveis à Desertificação (ASDS), criando assim os seus planos municipais de combate a desertificação.

Agenda – Promovendo as ações para a implementação do PAE-SE no Estado, a superintendente de Qualidade Ambiental da Semarh, Fátima Maynard, que também coordenou os trabalhos, revelou que no próximo dia 06 de setembro, dando início à agenda básica do GPCD, ocorrerá a primeira reunião técnica no auditório do Banco do Nordeste em Aracaju. "Vale destacar que durante essa reunião cada instituição deverá apresentar ações desenvolvidas e programadas a serem contempladas no PAE-SE", destacou.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade