Domingo, 23 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Calçadão ligará terminal de ônibus à orla da Atalaia


Publicado em 04 de agosto de 2012
Por Jornal Do Dia


Placa da obra: taxistas estão apreensivos

O terminal de táxi da Atalaia

Cândida Oliveira
candidaoliveira@jornaldodiase.com.br

O ponto de táxi localizado próximo aos arcos da Orla de Atalaia, em Aracaju, deve ser retirado nos próximos dias. É que a Prefeitura de Aracaju irá construir um calçadão que terá ciclovia e paisagismo no local.
Segundo a assessoria de comunicação da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), o calçadão ligará a rótula do Terminal de Integração até a avenida Santos Dumont, onde ficam os arcos. "A idéia é dar conforto aos ciclistas e pedestres, já que além do calçadão haverá uma ciclovia e um projeto paisagístico", explicou Amael Oliveira.

A obra inicia na próxima semana, mas já há homens no local. As mudanças custarão aos cofres públicos R$ 684 mil e deve ser concluída em 120 dias. Em relação aos taxistas ainda não existe uma definição, mas a Prefeitura deseja deixá-los nas proximidades do terminal de táxi atual.

De acordo com Jairo Alves, assessor de comunicação da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), a direção do órgão vai reunir os taxistas que trabalham no local para encontrar uma solução para o caso. "Existem opções e vamos discutir com os taxistas a melhor delas", informou Alves.

Insatisfação – O ponto de táxi tem aproximadamente 30 anos e o formato atual com cobertura, bancos e outros benefícios foi criado há aproximadamente 10 anos. Os taxistas argumentam que o procedimento vai trazer prejuízos para moradores e turistas.

Para o taxista Jailton dos Santos, o local deveria passar por reforma, pois está precisando, e não ser derrubado. Ele diz ainda que o ponto serve de apoio para a região da Atalaia, Coroa do Meio e até Aruana.

Os taxistas já disseram que não desejam ficar atrás do Hotel Beira Mar, pois a região é perigosa, por reunir garotas de programa, travestis e pontos de venda de drogas, o que reúne muitos usuários. "O risco de assalto aqui é menor porque sempre há movimento e lá atrás vamos estar à mercê de bandidos".

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade