Sexta, 21 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Servidores do Estado aprovam indicativo de greve


Publicado em 13 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


ASSEMBLEIA DOS SERVIDORES

A assembléia foi realizada no Instituto Histórico

A assembléia foi realizada no Instituto Histórico

Kátia Azevedo
katiaazevedo@jornaldodiase.com.br

Funcionários das escolas da rede estadual e administração geral do governo aprovaram indicativo de greve a partir do dia 27 deste mês. A decisão aconteceu durante assembleia geral da categoria na manhã de ontem no auditório do Instituto Histórico e Geográfico do Estado de Sergipe.

Em uma votação apertada, ficou decidido que o prazo será dado ao governo como uma forma de manter as negociações entre os trabalhadores e o poder executivo até a palavra final do poder executivo sobre as reivindicações pleiteadas pelas categorias. Durante a assembleia, 89 servidores foram favoráveis à greve contra 98 que decidiram suspender os serviços só após nova tentativa de negociação com a gestão estadual.  
 "Esta decisão só reforça que os trabalhadores estão dispostos a negociar com o governo, apesar de estarem descontentes e cansados de esperar por uma resposta às nossas reivindicações. Vamos aguardar até o dia 26 deste mês por uma resposta do governo. Após esta data, a greve poderá ser inevitável", avisa Waldir Rodrigues, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos (Sintrase).

Durante a assembleia, muitos servidores manifestaram o descontentamento com a baixa remuneração. Segundo funcionários que atuam em escolas estaduais, existem muitos trabalhadores que recebem menos de um salário mínimo com os descontos. Por causa da defasagem salarial, muitos estão abandonando o emprego público em busca de outras tarefas que garantam melhor condição de sobrevivência.

Plano específico – Também durante a assembleia, os servidores que atuam na Secretaria de Estado da Educação aprovaram a divisão de plano de carreira dentro da administração geral, um dos temas tratados por representantes do Sintrase e Oliveira Júnior, secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag).

O Plano de Cargos e Vencimentos  dos servidores públicos civis da administração estadual vem sendo elaborado desde 2011 com o objetivo de estabelecer adequações administrativas e  financeiras do Estado até 2019.

De acordo com o sindicato, a administração geral possui atualmente cerca de 28 mil servidores. Optando pela divisão dos planos, os servidores da Educação passam a ter um plano especifico da categoria e deixam de ser incluídos no da administração geral.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade