Sábado, 15 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Traficante e policial saem feridos de tiroteio


Publicado em 01 de agosto de 2012
Por Jornal Do Dia


Armas, dinheiro e objetos apreendidos com traficante

Uma operação contra o tráfico de drogas terminou em tiroteio no bairro Coroa do Meio (zona sul de Aracaju), durante a madrugada de ontem. João Oliveira Novais, 38 anos, acusado de traficar na região, foi ferido na mão e no pé, depois de atirar contra soldados do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) que foram à sua casa para prendê-lo. Um dos PMs, o tenente Josival Ferreira Lima, 35, levou dois tiros, sendo um no tórax e outro na perna. Os dois foram levados para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), no Capucho (zona oeste), e medicados. O tenente foi transferido durante a manhã para o Hospital Primavera, no Jardins (zona sul), e passa bem. João, por sua vez, permanece internado sob custódia e também não corre perigo.

Horas antes do tiroteio, os PMs prenderam o irmão de João, José Raimundo Oliveira Novais, durante ocorrência no Cj. Inácio Barbosa (zona sul). Por volta de 0h30, as guarnições Tático Supervisor e Tático 01 foram informadas sobre a presença de um suspeito armado no conjunto e, ao chegar, avistaram José Raimundo, que tentou fugir, jogando um revólver e munições num telhado. O infrator foi alcançado e o revólver calibre 22, com uma munição de mesmo calibre recuperados.

Durante a revista pessoal, os policiais também encontraram uma faca tipo peixeira de fabricação artesanal, com cerca de 32 centímetros de lâmina, uma bolsa plástica contendo cerca de 50 gramas de maconha, uma máquina fotográfica e a quantia de R$ 17,75, além de dois aparelhos celulares. Após a prisão, José Raimundo informou que mantinha outra arma escondida na casa de José, na Coroa do Meio, onde a troca de tiros aconteceu.

Após o tiroteio, a polícia fez uma revista na casa de João e encontrou um revólver calibre 38, com quatro munições deflagradas e uma intacta, além de um colete balístico, nove pedras de crack, 11 ampolas de substância semelhante à cocaína, dois aparelhos celulares, uma corrente de aço e uma farda do Exército, com coturno, além da quantia de R$ 651. O material e o suspeito foram encaminhados para a Delegacia Plantonista (Centro). Os irmãos serão investigados pelo Departamento de Narcóticos da Polícia Civil (Denarc).

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade