Domingo, 23 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Usuários de drogas vão receber qualificação


Publicado em 11 de agosto de 2012
Por Jornal Do Dia


A Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides), através do Núcleo de Projetos Intersetorias (Nupis), e a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) reuniram-se na quinta-feira, 9, para oferecer um novo convênio à Fazenda Esperança, casa de reabilitação para dependentes químicos localizada no município de Gararu.

Com o apoio da Secretaria de Assistência Social do município, a Seides pretende inserir cursos de qualificação profissional para os internos por intermédio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), além de viabilizar a implantação de uma estrutura esportiva através da Seel.
 "Nosso objetivo é dar aos internos a oportunidade de se qualificar em um curso profissionalizante, para que possam garantir um espaço no mercado de trabalho quando saírem daqui", disse a assessora técnica da Nupis, Jô Oliveira.

Desde maio de 2011, a Seides mantém um convênio com a Fazenda Esperança, fazendo um investimento de R$ 700 mensais por interno em tratamento contra o uso de drogas. A articulação para inserir novos benefícios tem como meta estimular a permanência dos internos na unidade, já que ela é facultativa.

Recuperação – O administrador da Fazenda Esperança, Padre Melo, aprovou a iniciativa dizendo que a implantação das novas atividades poderá possibilitar os beneficiários o desejo em dar continuidade à recuperação.
"Temos que conscientizar os internos falando da importância que esses cursos profissionalizantes têm para o seu futuro. As novas atividades irão se agregar às que já temos aqui como mais uma forma de otimizar o tempo deles. Queremos fazer o possível para convencê-los a dar prosseguimento ao tratamento", disse.

A estrutura esportiva que poderá ser viabilizada pela Seel comportará atividades como futebol, vôlei, futevôlei, instalações de jogos de salão como xadrez, dama, tênis de mesa e pebolim, além de uma academia ao ar livre com aparelhos de ginástica.

O diretor de inclusão Social da Seel, Aquiles Silveira, falou da importância do esporte e do lazer para a reabilitação dos internos. "Nós pretendemos investir nessa iniciativa para ocupar os internos com atividades esportivas e de lazer, práticas que servem como complemento para tornar mais eficiente o tratamento de recuperação dessas pessoas".

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade