Quarta, 19 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Enfermeiras de Itabaiana participam de esclarecimentos sobre hanseníase


Publicado em 04 de agosto de 2012
Por Jornal Do Dia


O encontro serviu para atualizar as enfermeiras sobre hanseníase

Para atualizar e criar um ambiente para debate sobre a hanseníase, a responsável técnica pelo Programa Estadual de Controle da Hanseníase, Daniele Teles de Oliveira, reuniu as enfermeiras do município. A doença é um problema de Saúde Pública no Brasil. O país ocupa o segundo lugar em número absoluto de casos no mundo, superado pela Índia.

"As profissionais daqui são bem esclarecidas, até porque o município possui muitos casos de hanseníase. Esse espaço é para esclarecermos algumas dúvidas sobre os casos encontrados. Como é uma doença crônica acaba surgindo muitas dúvidas no momento da assistência no dia a dia. Essa é uma ação de rotina realizada em vários municípios. O momento hoje é para debate, para discutir novas portarias, para tratar de ações básicas para o controle da hanseníase. No mês passado fizemos uma capacitação com os agentes comunitários de saúde, hoje com enfermeiros, os próximos são os médicos", destaca Daniela.

A doença é causada pelo Mycobacterium leprae. O bacilo de Hansen é um micróbio que apresentaafinidade pela pele e nervos periféricos. A hanseníase é uma doença infecciosa, crônica, de grande importância para a saúde pública devido à sua magnitude e seu alto poder incapacitante, atingindo principalmente as pessoas em faixa etária economicamente ativa comprometendo seu desenvolvimento profissional e/ou social. O alto potencial incapacitante da hanseníase está diretamente relacionado à capacidade do bacilo penetrar a célula nervosa e também ao seu poder imunogênico.

No dia 29 de agosto Itabaiana realizará o Dia da Mancha. O evento que é uma parceria com a Secretaria Estadual de Saúde será realizado na Clínica de Saúde da Família do bairro Sítio Porto. A mobilização tem como objetivo criar um espaço com técnicos especializados para identificar e encaminhar novos casos para o médico referência, que estará na Unidade de Saúde. A ação visa conscientizar e informar a população sobre a doença, enfatizando que a hanseníase tem cura e o seu tratamento é realizado em todos os postos de saúde do município gratuitamente.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade