Sexta, 21 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Pais acusam maternidade por morte de uma criança


Publicado em 20 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


Kátia Azevedo
katiaazevedo@jornaldodiase.com.br

Uma menina de seis meses de idade morreu na noite de quarta-feira, 18, após atendimento no Hospital e Maternidade Santa Isabel. Revoltados, os pais da criança quebraram objetos da unidade de saúde e cobram uma explicação da instituição sobre o que aconteceu.

A mãe da menina, Maria Aparecida dos Santos, disse que a criança chegou ao hospital com dor de cabeça e recebeu medicamento no soro. "Depois disso, ela começou a transpirar e morreu nos meus braços’, relata, inconformada.

Ainda segundo Maria Aparecida, os pediatras responsáveis pelo atendimento saíram do hospital sem dar explicação para a família. O pai da menina, Marcos Cirilo da Silva, também acredita que houve negligencia e reclamou para a demora na liberação do corpo.

O laudo assinado pelo médico Rene Correia Amorim aponta que o óbito foi causado por insuficiência respiratória aguda e bronco respiração. O pediatra disse que chegou a ser ameaçado pelos pais do bebê e prestou queixa policial. O administrador do hospital, Douglas Rosendo, informou que não houve demora para a liberação do corpo e que a unidade de saúde adotou todo
procedimento necessário para salvar a criança.

"Desde ontem, o atestado de óbito foi disponibilizado para a família, mas como os pais
alegaram falta de recursos financeiros para realizar o sepultamento, foi necessário guardar documentação necessária da prefeitura", explicou.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade