**PUBLICIDADE


Recuperação lenta


Publicado em 29 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Pouco a pouco, as sequelas da pandemia de covid-19 começam a ser superadas, em diversas frentes. O tempo perdido, por força de circunstância e também por ausência de um enfrentamento adequado às consequências do vírus, no entanto, ainda cobra juros.
O Brasil recuperou o desempenho de alfabetização que era observado antes da pandemia de Covid-19. Com isso, atingiu meta estabelecida pelo Ministério da Educação para o ano passado, no âmbito do Compromisso Nacional Criança Alfabetizada.
Em 2019, o percentual de estudantes alfabetizados na rede pública do país era de 55%, percentual que, com a pandemia, caiu para 36% em 2021. Ano passado, restabeleceu-se o índice de alfabetização anterior, do período pré-pandemia. 
A educação brasileira de vai de mal a pior. As crianças brasileiras aprendem a ler e escrever cada vez mais tarde. Ao fim do ensino médio, poucos estudantes são capazes de compreender um texto simples, ou realizar operações matemáticas básicas. De acordo com levantamento do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o impacto da pandemia de covid-19 nas salas de aula foi devastador.
A precariedade do ensino é uma realidade anterior à pandemia do covid-19. A lenta recuperação observada agora, no entanto, aponta o rumo – não deixa de ser um alento.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE