**PUBLICIDADE


Dia D


Avatar

Publicado em 13 de abril de 2024
Por Jornal Do Dia Se


A baixa adesão às campanhas de vacinação, um dado inquietante da realidade contemporânea, desafia os gestores de saúde pública. As vacinas distribuídas pelo Sistema Único de Saúde previnem toda sorte de enfermidades. A população, no entanto, reluta em dar o braço à vacina.
Em Aracaju, por exemplo, há vacina suficiente para imunizar 230 mil cidadãos do grupo prioritário contra a influenza, desde o início de março. Até o momento, no entanto, somente cerca de trinta mil pessoas atenderam ao chamado do poder municipal. 
Felizmente, as autoridades locais não se dão por vencidas. Hoje, a prefeitura promove o Dia D de Vacinação em diversas unidades de saúde da família, e até nos shoppings da capital. O esforço não se dá à toa. Trata-se de ampliar a cobertura vacinal. E, por consequência, preservar vidas.
Os brasileiros tiveram uma boa mostra do estrago causado pelo negacionismo científico durante a pandemia. Tal experiência, associada a uma baixa inesperada na cobertura vacinal da população, colocaram as autoridades sanitárias em estado de alerta. Em matéria de saúde pública, o investimento em campanhas educativas precisa ser constante.
Não convém baixar a guarda. Segue valendo agora o que valia no auge da crise sanitária. Para quem dá ouvidos às advertências da Ciência, males como a influenza, a dengue, a própria covid-19, entre outros, são página virada. Para quem faz ouvidos moucos, flertando com o negacionismo, ao contrário, as consequências podem estar a caminho.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE