**PUBLICIDADE


O dia D e depois


Avatar

Publicado em 02 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Ações práticas, aliadas à educação da população, adotadas com o fim de combater o Aedes Aegypti. O dia D de mobilização contra a dengue ocorre neste sábado, nos 75 municípios sergipanos. 
Convém que a mobilização promovida pelo governo de Sergipe não se limite a uma jogada marqueteira. É preciso que o tal dia D produza reflexos virtuosos depois. 
Para dar fim ao contágio por dengue é preciso empregar numerosa força de trabalho. O lixo acumulado em terrenos baldios, nos quintais das residências; os reservatórios de água e as calhas dos telhados não restarão limpas por força de um slogan sonoro. Alguém precisa fazer o trabalho pesado.
O problema é grave. O Brasil bateu recorde de mortes por dengue no ano de 2023. Em 2022 foram confirmados mais de quatro mil casos de dengue em Sergipe. Além disso, 3.715 casos de chikungunya e 145 de zika registrados no estado denunciam a incompetência do poder público no combate ao vetor da doença.
Campanhas de conscientização regulares, incluindo todos os meios de comunicação e também os espaços públicos, desde as praças até as escolas, além de mutirões, coletas de pneus, limpeza de terrenos baldios, precisam se materializar em um trabalho continuado. De outro modo, todo o esforço realizado a fim de banir o aedes desce pelo ralo.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE