**PUBLICIDADE


Postos de trabalho


Publicado em 31 de outubro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


A promessa de criar dois milhões de vagas no mercado de trabalho formal no primeiro ano de mandato, meta perseguida pelo governo Lula, não foi abraçada com o mesmo afinco por todos os governadores. O quadro observado em Sergipe, por exemplo, não empolga.
O saldo de empregos criados no estado é francamente modesto, com criação de 13 mil novos postos de trabalho em setembro, frente a quase 8 mil demissões. Desde janeiro, o saldo é de apenas 11 mil vagas criadas. Na ponta do lápis, o ritmo de crescimento é muito lento.
Mês a mês, a cada novo levantamento do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), constata-se a letargia do governo de Sergipe na criação de novas oportunidades. O investimento anunciado em grandes obras de mobilidade e infraestrutura não redundou ainda em geração de emprego e renda. A demanda por emprego, entretanto, é enorme.
O quadro observado no mercado de trabalho estadual é desolador. A taxa de desemprego em Sergipe atingiu 11,9% no 1º trimestre de 2023. Isso deixa o Estado com a 6º maior taxa de desemprego do país. Isso não mudou. O governador Fabio Mitidieri segue com um desafio imenso em suas mãos.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE