Segunda, 15 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Trator desenvolvimentista


Avatar

Publicado em 24 de novembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Para inglês ver(Divulgação)

Rian Santos
 
Tudo indica, sou um homem mesquinho. Disposto a acompanhar os movimentos da política, raramente me ocupo de grandes manobras. Atenho-me primeiro ao ranger de dentes nas esquinas da aldeia. Quanto mais sub-reptício, melhor.
O desmonte das políticas ambientais em curso no primeiro escalão da República, o trator desenvolvimentista operado pelo Partido dos Trabalhadores, por exemplo, faz muito barulho, tira o sono dos ecologistas, ameaça passar por cima de Marina Silva uma segunda vez, reafirmando o desastre de Belo Monte. Mas eu me preocupo mesmo é com o preço da gasolina em Sergipe.
O Ibama só deve responder ao pedido reiterado pela Petrobras, ansiosa para perfurar poços de petróleo na Foz do Amazonas, no início de 2024. Rodrigo Agostinho, presidente do órgão, esteve esta semana com o presidente Lula e a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, para alinhar a posição do Brasil frente a questões ambientais, antes da Conferência do Clima da ONU (COP28). 
Difícil evitar um bocejo.O discurso afinado do governo federal não sai do tom, como ocorreu nos anos trevosos de Bolsonaro, mas também não resolve o meu problema imediato. Nem o meu, nem o problema da estatal, uma máquina de apetite voraz. As melhores intenções do mundo também não tranquilizam o coração assustado dos ecologistas.
Há razões de sobra para desconfiança. Em maio, Agostinho acompanhou um parecer técnico e negou a licença solicitada pela Petrobras, que pediu reconsideração. A questão abriu uma disputa com a pasta de Minas e Energia, que defende a liberação da exploração. A insistência no pedido sugere a existência de um ambiente propício para o extrativismo mais primitivo também no terceiro mandato de Lula.
O presidente Lula fez campanha sobre um palanque verde, mas foi tudo para inglês ver. Eleito pela terceira vez, ele incentiva a Petrobras a procurar petróleo na foz de um rio, à revelia de parecer técnico.Enquanto isso, eu pago mais de seis pilas no litro da gasolina.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade