**PUBLICIDADE


Universidade para poucos


Publicado em 17 de janeiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que 60 candidatos tiraram nota mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023. Entre estes, três são sergipanos.
O ranking dos candidatos com melhor pontuação na redação do Enem sublinha a desigualdade de condições no ingresso ao ensino de terceiro grau: do total de 60 candidatos com nota máxima na redação, apenas quatro são oriundos da rede pública de ensino.
Apesar de todos os avanços promovidos pela política de cotas e o próprio Enem, a educação de nível superior ainda é privilégio de bem nascidos: apenas 40% do total dos estudantes que participaram do exame em 2023 estavam matriculados na rede pública.
O Enem, convém mencionar, é hoje a principal porta de entrada utilizada pelos estudantes brasileiros para ingressar nas universidades. Avesso à decoreba dos cursinhos especializados no antigo exame vestibular, no qual os candidatos eram obrigados a repetir fórmulas prontas, feito animais adestrados, o novo modelo de seleção deu um passo importante no sentido de aperfeiçoar o acesso ao ensino de terceiro grau, privilegiando a capacidade de argumentação e o raciocínio lógico.
Ponto para o Enem. A democratização do acesso às universidades públicas, contudo, ainda está em vias de se tornar realidade plena. Os índices de evasão e o déficit de aprendizagem nas escolas da rede pública preocupam. E a desigualdade de condições implica na baixa adesão dos egressos da rede pública de ensino ao Exame.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE